Share Button

reconstrucao-mama

Nesta quarta-feira, 05, foi aprovado, pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS), o projeto PLC 05/2016, que garante às mulheres com câncer de mama o direito de realizar a cirurgia plástica reparadora nos dois seios.

A iniciativa assegura a plástica dos dois seios ainda que o tumor esteja restrito a somente um, além de estabelecer como parte dos procedimentos as reconstruções da aréola e dos mamilos. Atualmente, as mulheres já possuem o direito à reconstrução mamária gratuita, em casos de mutilação total ou parcial, No entanto, o procedimento era garantido apenas para a mama atingida pela doença.

A senadora Marta Suplicy disse, em entrevista à Rádio Senado, que a cirurgia deve ser feita tanto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como pelos planos de saúde e explica que o objetivo é garantir a simetria dos seios.

“A mama reconstruída nunca vai ser igual à mama que foi removida, nesse sentido o procedimento de redução, elevação ou aumento podem ser indicados para a mama oposta de forma a manter a simetria entre elas”, pontua.

O projeto também estabelece que a cirurgia restauradora tem de ser feita com indicação médica e autorização da mulher e, se possível, no mesmo momento da retirada do câncer, para evitar que a paciente se submeta a dois riscos cirúrgicos.

(Com informações da Rádio Senado)