Share Button

exame-sangue

Capaz de prever a ocorrência dos tumores malignos, o sequenciamento de DNA permite a realização da análise genética do paciente, a partir de qualquer idade. O exame levou a atriz norte-americana Angelina Jolie a remover as mamas e outros órgãos que apresentam risco de evoluir para o câncer.

Com alta precisão, o exame é feito por meio da coleta de sangue ou saliva, a fim de testar 37 genes dos principais cânceres hereditários. Assim, todas as mutações genéticas são detectadas por meio de um diagnóstico da probabilidade da mutação virar um tumor maligno.

O resultado sai, em média, 20 a 30 dias após a realização do sequenciamento de DNA. Este é um avanço muito importante para o tratamento preventivo ou um acompanhamento mais eficaz de pacientes que tenham maior predisposição para desenvolver tumores.