Share Button

O Outubro Rosa é um movimento mundial com o objetivo de compartilhar informações e alertar para a conscientização sobre o câncer de mama, o tipo mais comum entre as mulheres, que responde por cerca de 28% dos casos novos a cada ano.

A doença é mais comum entre as mulheres, mas pode acometer homens, sendo raro entre eles: apenas cerca de 1% dos casos. O sintoma mais comum é a presença de um nódulo (caroço), que pode vir ou não acompanhado de outros fatores: mama avermelhada, endurecimento, alterações no mamilo e saída de líquido das mamas.

O autoexame é a maneira mais eficiente de diagnosticar qualquer mudança na mama, por isso, recomenda-se que seja realizado mensalmente, pelo menos uma semana após o período menstrual. Clique aqui para ver um vídeo que orienta como fazer o autoexame. Havendo alguma anormalidade, um médico deve ser procurado.

A mamografia é a principal maneira de se prevenir o câncer de mama, já que permite o diagnóstico precoce e aumenta as chances de cura. O exame deve ser feito anualmente a partir dos 40 anos de idade.

O tratamento envolve diversos profissionais da área médica, vai depender do estágio do tumor quando se realizou o diagnóstico e pode incluir quimioterapia, radioterapia e cirurgia (mastectomia) para retirada da mama ou de parte dela. Quando diagnosticado precocemente, a doença tem mais chances de cura.

Com informações do Hospital de Câncer de Barretos e do INCA.