Share Button

O CanoMama é um grupo de 21 mulheres guerreiras com idade entre 32 e 63 anos que, juntas, desbravam as águas do lago Paranoá, em Brasília, e formam um time que se apoia emocionalmente. Em comum elas têm a paixão pela canoagem e a história de superação do câncer de mama.

O projeto surgiu por iniciativa de Larissa Lima. Livre das células cancerígenas, a atleta fez da experiência uma nova oportunidade para se reinserir nos esportes e criou o projeto para mulheres que passaram pela mastectomia – assim como ela.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Segundo a coordenadora do grupo, a maioria das mulheres não praticava exercícios regularmente antes do câncer de mama. Hoje, o CanoMama vem provando que a atividade melhora a saúde e a autoestima das mulheres. O grupo conta com um educador físico e um fisioterapeuta voluntários – ambos especialistas em oncologia.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O CanoMama também acumula vitórias. A primeira turma, formada em 2015, foi o primeiro time de canoagem do Brasil formado exclusivamente por mulheres mastectomizadas. Em outubro do ano passado, elas ganharam os três melhores tempos no 1º Festival Ka Ora Brasil, que ocorreu em Santos, São Paulo.

Com informações do G1.