Share Button

1

Assim como o Outubro Rosa lembra sobre a prevenção do câncer de mama, o Novembro Azul nos alerta dos cuidados contra o câncer de próstata. A doença geralmente assusta muitos homens por ser silenciosa. No entanto, os humanos não são os únicos que podem ser alvos dela. Bichos de estimação também podem ser atingidos.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-SP) alerta que 4% dos cães acima de 7 anos desenvolve a doença. Esse câncer é caracterizado pelo crescimento da glândula do sistema reprodutor masculino, que fica atrás da bexiga. Assim como nos humanos, nos animais essa disfunção também está relacionada com a testosterona produzida pelos testículos.

O diagnóstico dos pets pode ser feito com o exame físico, através do toque retal, e é confirmado com um ultrassom mais específico. Sintomas como aumento na frequências urinária, gotejamento constante, sangue ou pus na urina, podem ser sinais da doença em estado avançado nos bichinhos. Outros indícios, como dificuldade de defecar e dor, também são alertas.

Uma boa notícia é que a castração do cachorro diminui em até 90% o risco de incidência da doença. A cirurgia, além de ajudar no controle comportamental canino, também pode ser muito benéfica para o pet.