Share Button

1

Aliada da prevenção, a informação é uma arma importante contra o câncer. No fim do mês de novembro – mês de combate ao câncer de próstata, esclarecemos mais dúvidas que ainda são recorrentes para muitos homens.

Lembramos que é fundamental a realização de exames de rotinas a partir dos 40 anos para homens de grupos de risco, e a partir de 45 anos para os demais.

O câncer de próstata é uma doença de idosos?
Mito. A doença pode ser diagnosticada a partir dos 40 anos.

Se um homem da minha família já teve, tenho mais chances de ter?
Verdade. Quanto mais próximo o parentesco, maior a chance. A doença ser presente na família define um grupo de risco.

Homens negros também são grupo de risco?
Verdade. De acordo com estatísticas médicas, a doença é mais incidente em negro. Eles também devem começar a fazer os exames de rotina a partir dos 40 anos.

O câncer de próstata tem algo a ver com a atividade sexual?
Mito. Alguns estudos, no entanto, já apontaram que um maior número de ejaculações mensais ajuda na redução de risco da doença.

A vasectomia causa câncer de próstata?
Mito. A questão já foi levantada entre especialistas, mas a hipótese foi rejeitada baseada em estudos.

A atividade física ajuda na prevenção?
Verdade. A atividade física ajuda a reduzir o estresse e as chances de obesidade. Portanto, colabora com a diminuição dos riscos.

O exame de toque retal não é necessário se eu fizer o PSA?
Mito. Os exames são complementares, é fundamental fazer os dois. O exame que confirma o diagnóstico de câncer de próstata é a biópsia.

O aumento da próstata é um sinal de câncer?
Mito. O aumento é chamado de hiperplasia da próstata e as chances de ter o problema crescem de acordo com a idade.

O câncer de próstata avançado pode se espalhar pra outros órgãos?
Verdade. O câncer de próstata em estágio avançado pode se espalhar para outros órgãos, principalmente para os ossos. A prevenção e o diagnóstico precoce são importantes para evitar isso.