Categorias
Tratamentos

Dor e febre durante o tratamento do câncer: o que fazer?

O tratamento de câncer desperta diversas dúvidas nos pacientes e em seus familiares. Pensando nisso, conversamos com a enfermeira Fabiane Ribeiro, do Hospital HSM, para esclarecer alguns questionamentos frequentes. Confira.

Blog do Câncer: Os pacientes precisam ter medo do tratamento?

Fabiane Ribeiro: Não, principalmente porque terão acompanhamento do médico oncologista de uma equipe de multiprofissionais. Com isso, todas as orientações vão sendo repassadas e, ao longo do tratamento, ocorre o acompanhamento e as devidas orientações.

BdC: Ele causa dor?

FR: Muitas vezes, as dores são reflexo da patologia existente. Qualquer dor durante as sessões de quimioterapia ou radioterapia devem ser informadas ao profissional, enfermeiro, médico oncologista ou radioterapeuta.

BdC: Quais os efeitos colaterais causados?

FR: Pode causar vômito ou náuseas, dependendo do tratamento. Porém, os médicos já deixam remédios prescritos para isso. Se ocorrer febre, o paciente deve procurar com urgência um médico.

BdC: Em relação à febre, porque deve ser tratado com mais atenção?

FR: A quimioterapia provoca uma baixa de resistência e a febre é um sinal de infecção. Nós indicamos que pacientes com temperaturas acima de 37.8°C devem procurar imediatamente a urgência de um hospital para serem avaliados com exames que dirão se as defesas estão altas ou baixas e, se for o caso, serem medicados para normalizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *